Neve possível para o s próximos dias

Esta situação deve-se à passagem de uma bolsa de ar continental bastante frio em altitude sobre o território, que proporcionará alguma instabilidade e precipitação, aliada ao frio já existente actualmente nos níveis médios e baixos.
A situação apresenta algumas semelhanças com o famoso evento de 29 de Janeiro de 2006, todavia com as seguintes diferenças:

1) Menos frio
2) Trajecto do núcleo frio mais a Este, mais pelo interior

Neste tipo de situações, o trajecto exacto da bolsa de ar frio associada às cotas de neve mais baixas e à maior instabilidade é decisivo, sendo sempre eventos bastante limitados espacialmente, e de difícil previsão.

Já a partir de amanhã de manhã (4ª-feira) poderá haver um bom nevão no Nordeste do país, como por exemplo na cidade de Bragança. Zonas elevadas poderão ter precipitação na forma de neve durante todo o episódio, e portanto acumulados interessantes.

Na fase inicial, também pela manhã, não será de descartar “surpresas” locais, mesmo em regiões mais baixas e mais perto do litoral, como no Minho, com cotas de neve quem sabe abaixo dos 400-500m. Durante a tarde a cota sobe um pouco, e a precipitação irá estender-se até às regiões do Centro.

A partir da noite, e pela madrugada de 5ª-feira, a cota de neve deverá voltar a descer, e teremos a passagem da “cauda” da oclusão a varrer o país de Norte para Sul.
Nesse período mais frio o interior será a zona mais beneficiada, ficando em princípio o litoral mais seco, mas poderemos ter neve algo abaixo dos 400-500m onde houver precipitação. Será este o período mais “incerto” em termos de localização da precipitação.

Caso a precipitação seja “generosa”, muitas serras de altitude média poderão ver aguaceiros de neve, incluindo serras do Oeste, como Montejunto, Candeeiros, Serra de Aire, visto parecer haver um período de bastantes horas com potencial de aguaceiros (quando passa a bolsa de ar frio em altitude), num bom timing (madrugada).

Nas serras no litoral a Sul do Montejunto a situação é menos favorável, não só pelo efeito da litoralidade, como pela falta de precipitação no período mais frio. No interior Alentejano, a madrugada de 5ª-feira também poderá ser interessante, mais uma vez, caso haja precipitação. Poderá ser um óptimo episódio para a região de Portalegre por exemplo.

No geral parece um bom evento invernal, possivelmente o último com chance de neve a cotas baixas deste Inverno, sendo a maior incógnita a magnitude da instabilidade e da consequente abundância de precipitação, visto haver bastante frio, o que será determinante no nível de surpresas que possamos ter…

CONTINUAR A OBSERVAÇÃO DESTA SITUAÇÃO
Acompanhem a evolução das previsões em: http://www.meteopt.com/forum/seguimento-meteorologico/seg-previsao-do-tempo-modelos-fevereiro-2013-a-6964-42.html
Por: MeteoPT.com e www.meteotomar.info

Anúncios