Tempestade Ana assola Tomar, ainda sem qualquer aviso especial à população

Desconhece-se ainda qualquer medida especial tomada no Concelho de Tomar, onde é fácil antecipar fenómenos extremos de quedas de árvores, falta de energia e obstrução de vias, associadas a precipitação intensa especialmente entre as 23h de domingo dia 10 e as 3h de segunda-feira dia 11 de dezembro.

Este é o aviso do Instituto de Meteorologia – deste sábado às 23:31:

**Tempestade Ana afeta Portugal Continental**

Informação Meteorológica Comunicado válido entre 2017-12-07
13:45 e 2017-12-16 13:45

Tempestade Ana afeta Portugal Continental

Tempestade Ana afeta Portugal ContinentalA tempestade Ana irá
formar-se a noroeste da Península Ibérica durante este domingo, 10
de dezembro de 2017, embebida numa região depressionária complexa já existente e que se estende até à Escandinávia. A tempestade Ana localizar-se-á sobre o Golfo da Biscaia às 06 horas desta
2ªfeira, 11 de dezembro de 2017, com uma pressão atmosférica mínima prevista de cerca de 965 hPa e resultando de um processo de
cavamento intenso, designado de ciclogénese explosiva.

O território de Portugal Continental irá assim começar a ser afetado já a partir da manhã deste domingo, sendo o período mais crítico entre o final da tarde de domingo e a madrugada de 2ªfeira, com impactos
expectáveis devido a ventos fortes, precipitação intensa, queda de
neve e forte agitação marítima.Em particular, prevê-se precipitação por vezes forte, sendo persistente na região Norte, começando na manhã de dia 10 na região Norte, progredindo para a região Centro durante a tarde, e ao restante território na noite de dia 10 para dia 11.

Prevê-se ainda queda de neve nas terras altas das regiões Norte e Centro no dia 11.O vento irá intensificar durante o dia 10, tornando-se forte de sudoeste, com rajadas até 110 km/h, podendo chegar a 130 km/h nas terras altas até ao início da manhã de dia 11.Prevê-se também um aumento da altura significativa das ondas a partir de dia 10, com valores entre 5 e 6 metros, podendo chegar a 10 metros de altura máxima.Estão emitidos avisos LARANJA relativos a vento, precipitação e agitação marítima em alguns distritos do Continente para os dias 10 e 11 e aviso VERMELHO de
rajada para as terras altas das regiões Norte e Centro.

Para mais detalhes sobre a previsão meteorológica para os próximos dias
consultar:http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.descritiva/http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.significativaPara
mais detalhes sobre avisos meteorológicos consultar:http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev-sam/
Sáb, 09 Dez 2017
22:31:13

Ver localização no mapa <http://www.ipma.pt/pt/otempo/comunicados/>

Ler mais <http://www.ipma.pt/pt/geofisica/comunicados/>

Este serviço é disponibilizado sem custos pelo Instiuto Português
do Mar e da Atmosfera Visite-nos no portal do Instituto Português do
Mar e da Atmosfera <http://www.ipma.pt/>

Enviado do meu iPhone

Anúncios

Vaga de frio em Tomar, desde 30 de novembro

Desde a quinta-feira, 30 de novembro, que Tomar vive uma vaga de frio.

As vagas de frio acontecem quando há pelo menos 6 dias seguidos, a temperatura mínima é inferior em pelo menos 5 graus, em relação à temperatura mínima normal de trinta anos. Em Tomar esse valor para o mês de dezembro é de +4,5 graus.

A onda de frio começou na madrugada de dia 30, com -0,7 graus . As ondas de frio em Tomar não são muito normais e esta deverá terminar na madrugada deste dia 8 de dezembro.

O extremo maior de frio da última década observou-se este ano, com -7,8 graus, no dia 19 de janeiro.

Fonte: MeteoTomar.info

Tomar a caminho de uma onda de frio, com quarta madrugada seguida de mínimas negativas

Temperatura mínima manter-se-á em valores negativos por mais alguns dias, no Concelho de Tomar, podendo atingir uma onda de frio (seis dias seguidos, com mínimas 5 graus abaixo da normal do período de retorno de 30 anos = 5,5 graus positivos)

-3,3 de mínima neste domingo, com valores negativos desde as 22h30 de sábado.

2,8 graus de temperatura mínima no sábado em Tomar, que bateu os -2,2 de sexta dia 1 de dezembro e os -0,7 do último dia de novembro.

Ainda longe dos -7,8 graus de mínima observada a 19 de janeiro deste ano, mas em bom caminho…

Quem disse que a mínima do País é em

Bragança?

Fonte: meteoTomar.info

Enviado do meu iPhone

Tomar sem chuva até 8 de dezembro

Neste mês de novembro caíram em Tomar 47.4mm de precipitação – cerca de 45% da normal para o mês (do período de referência de 1971-2000).

Em outubro haviam caído apenas 15% da normal.

Apesar de não se prever chuva até ao final da primeira semana de dezembro, segundo o centro europeu do clima, a probabilidade do mês de dezembro em Portugal ser um mês chuvoso é muito elevada.

Sem chuva aré 8 de dezembro

Neste mês de novembro caíram em Tomar 47.4mm de precipitação – cerca de 45% da normal para o mês (do período de referência de 1971-2000).

Em outubro haviam caído apenas 15% da normal.

Apesar de não se prever chuva até ao final da primeira semana de dezembro, segundo o centro europeu do clima, a probabilidade do mês de dezembro em Portugal ser um mês chuvoso é muito elevada.

Terminaram os meses secos – frio volta na quinta-feira

(Fonte: MeteoTomar.info)

Com a caída destes 40mm de chuva, o mês de novembro já deixou de ser um mês seco. Confirmam-se assim que apenas os meses de abril, Junho, Julho, agosto, setembro e outubro foram meses secos, durante este ano de 2017. Em Julho e setembro foram meses de secura absoluta, não caindo um milímetro de chuva. Terminaram assim os meses de seca do ano.

Frio começa a sério na quinta-feira dia 30 de novembro, com mínimas sempre a rondar os zero graus celsius.

Enviado do meu iPhone

Frio intenso a partir de dia 29 de novembro

Após alguns dias de pequena precipitação – de quinta a domingo, c cerca de 10 milímetros, o frio intensificar-se-á, especialmente a partir de quarta-feira, dia 29.

As temperaturas máximas rondarão os 12 graus e as mínima andarão por valores pouco acima dos zero graus.

Um outono atípico, onde a precipitação total do mês, no Concelho de Tomar, se ficará pelos 20% da normal do período de referência (1971-2000).

Este mês será assim o sétimo mês seco do ano de 2017 – abril, Junho, Julho, agosto, setembro, outubro e novembro.

Enviado do meu iPhone

Seca extrema continua pelo sexto mês

SECA – SITUAÇÃO A 15 NOVEMBRO

seca extrema2017-11-17 (IPMA)

O valor médio da quantidade de precipitação em Portugal Continental entre 1 e 15 de novembro foi muito inferior ao normal e corresponde a apenas 24% do valor médio mensal.

De acordo com o índice meteorológico de seca PDSI, a 15 de novembro, verifica-se um aumento da área em situação de seca extrema em todo o território de Portugal Continental (Figura 1).

A 15 de novembro cerca de 6% do território estava em seca severa e 94% em seca extrema.

Quase todo o território está há cerca de 5/6 meses consecutivos em situação de seca severa e extrema, não se tendo verificado um desagravamento no início do outono como seria normal e se tem verificado em outras situações de seca.

A 15 de novembro, grande parte das regiões do interior e da região Sul de Portugal continental, apresentam valores de água no solo inferiores a 20%, sendo mesmo em alguns locais próximos ou iguais ao ponto de emurchecimento. Nas regiões do litoral Norte e Centro os valores variavam em geral entre 20 a 60 %.

A situação mais provável no final de novembro corresponde à continuação da severidade da seca, tendo em conta a previsão mensal do Centro Europeu de Previsão do Tempo a Médio Prazo (ECMWF).

Imagens associadas

  • Figura 1, índice meteorológico de seca - PDSI - 15 novembro 2017
    Figura 1, índice meteorológico de seca – PDSI – 15 novembro 2017
  • Figura 2, percentagem de água no solo
    Figura 2, percentagem de água no solo

Enviado do meu iPhone

De Junho a Outubro, apenas caíram 28mm em Tomar

Sendo já conhecido que não haverá previsão de chuva em Tomar até ao início da última semana de novembro, são apenas 28mm os que caíram este mês, o que a manter-se transformarão novembro de 2017 num mês seco – o sexto seguido do ano.

Outubro teve 11mm de chuva, apenas 9% do que é hábito chover nesse mês.
Setembro, não teve um pingo de chuva (0mm).
Agosto, caíram 6mm.
Julho, esteve estatisticamente a seco (0,2mm).
Em Junho caíram 10,6mm – apenas 20% do que é normal chover.
Em Maio choveu normalmente – 75mm, mas em apenas 5 dias.

Tomar está assim no sexto mês seco consecutivo, o que não sendo incomum no clima mediterrânico, que pode ter até 9 meses secos, não é hábito nesta zona do país.

Este ano de 2017 foram meses secos os de abril, Junho, Julho, agosto, setembro e outubro.

Enviado do meu iPhone

Não há previsão de mais chuva até final do mês em Tomar

Depois de nos primeiros dias deste mês de Novembro, terem caído em
Tomar cerca de 23mm, segundo o site MeteoTomar.info, não se prevê caída de mais chuva até dia 13, com elevada probabilidade de tal situação se manter na segunda quinzena.

Assim, não só o típico verão de São Martinho começa neste domingo dia 5, como se prolongará durante várias semanas.

Enviado do meu iPhone